OVH Community, your new community space.

cdn, cdn partilhado e IP cdn


XoK
06-10-10, 18:02
A oferta é interessante, mas falta saber custos

Penso que um dos requisitos é a possibilidade de fazer "upload" de ficheiros via "Web Services" ou uma forma muito rápida de fazer "rsync".

P.ex. quando um utilizador faz o envio de uma imagem, a mesma seja enviada para o servidor e após o envio, logo de seguida já seja visualizada.
Se isso for possivel, então o serviço tem valor acrescentado, caso contrário, nem por isso.. e torna-se mesmo conteúdo "estático"

oles@ovh.net
22-09-10, 22:56
Convite aberto à discussão

Olá,
A OVH prepara actualmente uma oferta "CDN", "CDN partilhado",
bem como a sua versão profissional "ip cdn". Temos necessidade
de alguns feedbacks em relação às necessidades deste tipo de
serviços.

Eis um curto detalhe das 3 ofertas:

1.) O "cdn",
vamos propor uma interface web/access ftp para depositar o
conjunto dos vossos ficheiros "estáticos". Irão poder usar
um URL da OVH ou criar um sub-domínio vosso que para utilizar
o serviço, por exemplo cdn. e fazer apontá-lo
para a infraestrutura CDN da OVH. Algo semelhante ao alojamento
partilhado, mas "estático". A única diferença é que a infraestrutura
da OVH estará geograficamente colocada na localização mais
próxima do utilizador. Vamos iniciar com Londres, Paris, Frankfurt
e Amesterdão, depois Nova Iorque e outras cidades Europeias.

Porquê propor o serviço ?
O alojamento e a difusão de imagens, e o conteúdo estático,
tal como o som e o vídeo poderão ser "sub-tratados" numa infra
estrutura com capacidade de tratar 24Gbps de tráfego (para começar)
e várias centenas de milhões de pedidos por segundo. Resumidamente,
em vez de calcular quantos servidores serão necessários, bastará
colocar os ficheiros no CDN e adicionar no vosso site
http://cdn./os_ficheiros.flv e está pronto.


2.) O "cdn partilhado"
Se tem um alojamento partilhado na OVH, vai poder migrar
o seu nome de domínio para o cdn partilhado. Nada a alterar
ao nível dos seus sites, a alteração do campo A da zona DNS
do seu site é automática no Manager. De seguida, o seu site
estará na infraestrutura CDN como "cdn", mas com as páginas
dinâmicas do seu site. Passará a ter tráfego ilimitado.
Mais precisamente, tudo o que se encontra no directório
/cdn do seu site em alojamento partilhado não é mais "contado".

Porquê propor este serviço ?
O objectivo aqui é gerir os sites de maior dimensão e com
bastante influência sem ter elevados conhecimentos técnicos.
Enfim, nada mais simples do que um alojamento partilhado.

3.) O "ip cdn"
Poderão alocar um IP CDN para o vosso servidor dedicado.
Melhor que um IP Failover e IP loadbalancing : não tem nada
a alterar no seu servidor dedicado. Configura o "IP cdn"
juntamente com os IPs dos seu servidor. Poderá então definir
que o servidor a utilizar está no IP1 e se o IP1 estiver "down",
de forma automática o tráfego deverá passar para o IP2.
Poderão usar 2 ou 10 IPs em paralelo ou com uma estratégia
de migração. Poderão definir a repartição de carga conforme
a pasta onde estão os dados, por exemplo /images/ no IP1 e o resto
no IP2. Poderão também definir /cdn/ que irá aceder ao conteúdo
no nosso cdn.
o IP CDN será então um pouco como o IP failover + IP Loadbalancing
mas também como IP firewall, uma vez que integramos protecções
contra os ataques synflood de toda a espécie. Se tem ataques
regularmente, nada mais simples : usa o IP CDN e re-dirige o tráfego
para o nosso servidor.
Altera os DNS do seu site e pronto, está protegido.
Poderá também se tem um site em IPv4, activá-lo em IPv6 sem
ter que alterar nada com o IP CDN.
Enfim, se deseja adicionar https com ssl e obter boa performance
em ssl, poderá activar o certificado no https. A infraestrutura CDN
gere o ssl e reenvia o fluxo não encriptado para o seu servidor.
O seu servidor não carregará o CPU para encriptar as páginas.

Algo interessante : estamos a falar dos vossos servidores dedicados,
mas eles podem estar algures em qualquer parte do mundo. Se tem um
site no Japão e deseja acelerá-lo para a Europa, este é o plano
a seguir. de igual forma, se tem um site em França e deseja acelerar
o seu comportamento na Alemanha ou EUA, é também este o plano a
seguir. Não estará obrigado a ter o site em funcionamento na OVH.

A minha questão é dupla :
- Será que nos esquecemos de uma necessidade ?
- Será que este tipo de serviço vos parece interessante ?

ou não vale a pena este tipo de serviço ?

Esperamos os vossos feedbacks ... desde já, obrigado

Amigavelmente,
Octave