OVH Community, your new community space.

Ovh e Estrasburgo


oles@ovh.net
19-11-10, 16:48
Olá,

Como é do vosso conhecimento, a OVH vai construir (também) datacenters
em Estrasburgo, no porto, em Alcelor-Mital para quem conhece o local.

Pensamos muito sobre como avançar neste projecto e estamos a terminar as reflexões
e a validação do modelo de evolução. Ou seja, reflexões sobre o tipo de datacenter.

A ideia é simples: a OVH deseja ter vários (dezenas) locais como Estrasburgo para colocar
as suas instalações Cloud Computing na Europa. Os Datacenters. Não sabemos de antemão
o crescimento em cada local . Por isso o modelo de contentores, testado em Roubaix 2 em 2007
e que foi abandonado na criação de Roubaix 4, irá ser levado para Estrasburgo.

Assim, podemos construir a "nuvem" Cloud Computing por unidade "container" em Roubaix e,
de seguida, enviar essas unidades para o lugar onde os clientes precisam dos recursos
em determinado momento.

Porquê produzir servidores em Roubaix?

Para privateCloud, precisamos de montar 4000 servidores HG em 6 semanas. Isso representa
cerca de 20 novos postos de trabalho que decidimos criar aqui em Roubaix,. Para isso
pensamos inicialmente criá-los em Roubaix 2
http://demo.ovh.net/view/1be7203ea98...1e3b57aa02a3/1
mas acontece que o nosso vizinho do lado tem uma área de 2000m2 à venda.
Esta semana, decidimos comprar esse edifício porque o mesmo já está "pronto" para implementar as linhas
de montagem. Em 10 dias, seremos capazes de levar água a partir de outro datacenter para aquecer o lugar
e já podemos começar .

Como movimentar contentores para Paris de Roubaix? Um contentor "beta" com servidores vai deixar
Roubaix para ir para Estrasburgo no final de Janeiro. Pensamos usar para tal uma barcaça
e atravessar o canal de Roubaix para chegar de seguida ao porto de Estrasburgo.
Então, nós trabalhamos com a VNF (Voies navigables de France) e os municípios de
Roubaix e Estrasburgo, para fazer com que esta ideia (simples) se torne uma realidade.

Uma vez, em Estrasburgo, vamos medir e analisar as consequências de um tal meio de transporte.

Então vamos colocar o contentor num camião "especial" para trazê-lo de volta para Roubaix
e ver quantos servidores ainda funcionam. É um teste simples, que levará cerca de um mês e nos
permitirá analisar de forma empírica qual o melhor transporte a usar nos os próximos anos.

Podemos imaginar que a OVH pode instalar-se em diferentes lugares na Europa, não sei, Amesterdão, Berlim, Praga,
Montpelier ou Varsóvia nos portos para de seguida descarregar os contentores cheios de servidores.
Então, se necessário, voltar a carregá-los e levá-los para outro lugar alguns meses ou anos
mais tarde. Cloud Computing.

Para isso, desenvolvemos um tipo de centro de dados facilmente "instalável" em portos e com grande modularidade.
Imaginando isto de uma forma funcional é assim :
http://demo.ovh.net/view/1be7203ea98...1e3b57aa02a3/0
a base será um local plano de um porto.
Imaginando o resultado de forma emocional já é mais assim :
http://demo.ovh.net/view/1be7203ea98...1e3b57aa02a3/2

É aqui que estamos. Bem, não há revolução à vista, mas antes,
uma continuidade na forma de dar vida à ideias.

Amigavelmente
Octave