We are in the process of migrating this forum. A new space will be available soon. We are sorry for the inconvenience.

ruptura de stocks de discos


abraaocaldas
30-10-11, 0:39
Mas 1000 horas parece pouco tempo para substituir um HD, qual o MTTF desses HD´s?

Sernus
27-10-11, 0:18
Citação Postado Originalmente por Pedro
"É altamente provável que a um determinado momento
sejamos forçados a bloquear algumas encomendas
em detrimento de outras e a prioridade irá para os novos
clientes sem nenhum servidor na OVH."

No dia que um novo cliente tiver prioridade sobre uma encomenda que eu faça (actual cliente) é o dia em que saio da OVH!

Onde já se viu beneficiar novos clientes em detrimento de clientes que todos os meses vos dão dinheiro a ganhar.
Assino por baixo, ja somos dois ... pode ser que mais se juntem ...

Pedro
26-10-11, 20:19
"É altamente provável que a um determinado momento
sejamos forçados a bloquear algumas encomendas
em detrimento de outras e a prioridade irá para os novos
clientes sem nenhum servidor na OVH."

No dia que um novo cliente tiver prioridade sobre uma encomenda que eu faça (actual cliente) é o dia em que saio da OVH!

Onde já se viu beneficiar novos clientes em detrimento de clientes que todos os meses vos dão dinheiro a ganhar.

oles@ovh.net
26-10-11, 17:40
Olá,

Como certamente muitos dos leitores sabem já,
com o grande número de inundações recentes
na Tailândia bastantes fábricas de discos rígidos
da Western Digital paradas. A procura mundial
passa agora por Seagate e Hitachi mas, estes
não podem entregar discos a todos os que os
procuram.
Como somos um cliente que compra muitos discos
tivemos acesso prioritário aos stocks mundiais.
Mesmo assim, não é suficiente.
Em Novembro irão entregar-nos 20% daquilo
que encomendamos e soubemos que o arranque
das fábricas está previsto apenas para 2012 !
Prevemos a entrega de 10% daquilo que iríamos
precisar em Dezembro e Janeiro, ou seja, quase
nada !

Se continuarmos a entregar os servidores em 1 hora
não temos à nossa disposição 36 soluções.

1. Temos necessidade de discos novos para
produzir os novos servidores. Portanto os discos novos serão
apenas usados nas linhas de montagem
2. Os servidores que foram montados há alguns meses
e não foram renovados pelos clientes, sofrem uma
troca de discos para que contenham discos novos.
Isto permite-nos garantir ao cliente que o disco
do seu servidor recentemente alugado tem menos
de 1000 horas de uso. Vamos parar temporariamente
este processo para evitar um escoamento rápido
dos nossos stocks. Portanto, um servidor que vos possa
ser entregue em Novembro, Dezembro e Janeiro
tem a probabilidade de não trazer discos novos.
Os discos são formatados em baixo nível mas,
poderão ter já 3-4 meses de uso.

Não sabemos ainda se esta (pequena) alteração irá
ser o suficiente para poder entregar servidores em 1 hora.
Honestamente, duvidamos fortemente, visto que falamos
de Janeiro e a OVh consome em média 20000 discos normais
por mês.
Iremos arriscar-nos a passar por uma ruptura de stocks
de alguns dias ou semanas, nalguns ou mesmo em todos
os tipos de servidores dedicados. Não sabemos ainda.
Aconselhamos a pensarem com antecedência no número
de servidores de que necessitarão a curto prazo e não
aguardar para comprar no último minuto.
Se pretendem trocar um servidor por um novo, também
aconselhamos que adiem esta tarefa para Janeiro ou Fevereiro.
É altamente provável que a um determinado momento
sejamos forçados a bloquear algumas encomendas
em detrimento de outras e a prioridade irá para os novos
clientes sem nenhum servidor na OVH.
Ou poderemos ter de passar o aluguer para 3 meses
para evitar o turn-over até Fevereiro. Não sabemos
ainda com gerir estes cenários delicados que se
adivinham.

Esta é uma situação particular e não estmos muito à
vontade com a mesma. A mundialização para muitos
significa unicamente redução de custos com tomadas
de riscos enormes
em vez da repartição de riscos sobre diferentes
zonas de produção e uma melhor adaptação à
procura.
As fábricas são criadas sob um pensamento financeiro. projectadas
para estar a 100% de produção durante 100% do tempo
com o objectivo de maximizar o retorno do investimento.
Vemos frequentemente que o objectivo não é o de
vender e aproveitar oportunidades de crescimento mas,
gerir os custos e optimizar os lucros, mesmo que não se
satisfaça totalmente a procura. Esta parte do mundo
não está a rumar na direcção certa e obriga-nos a tomar
decisões que não vão de encontro ao estado de espírito
no qual desejamos evoluir. Mas, a nossa responsabilidade
é também evitar depararmo-nos com um muro que vemos
a chegar e portanto negociar com pensamento no futuro
e sem sobressaltos.

Amigavelmente,
Octave